‘nortada’ do dia (a brevíssimas not@s soltas)…

© pasquim do ‘sinhôre‘ serpa
(clicar na imagem para ampliar)

a mesma imagem com maior resolução aqui ]

1)

pelos vistos, Sábado, houve mais um «glorioso» colinho descarado, desta feita em Moreira de Cónegos:

© ojogo | FC Porto para sempre

(clicar na imagem para ampliar)

a mesma imagem com maior resolução aqui ]

© pasquim do ‘sinhôre‘ serpa

(clicar na imagem para ampliar)

a mesma imagem com maior resolução aqui ]

2)

aquele mesmo «glorioso» colinho descarado bem que (in)tentou, na partida no coiso(*) do Bessa e pelas habituais vias travessas, que a diferença pontual existente com o jogo a menos para o primeiro classificado, assim permanecesse. não aconteceu. temos pena, mas não muita.

por motivos diversos, não pude visualizar a partida em apreço. infelizmente também não pude acompanhar o relato pela Rádio5, pois estava em viagem e o sinal não tinha força o suficiente para ser captado… fi-lo via tsf. uma experiência tão inolvidável que só me apeteceu retirar o equipamento do tablier e mandá-lo borda fora…

(*) coiso no sentido em que, de «sintético» aparentava muito pouco (tanto quanto o futebol praticado pela equipa da casa), não sendo sequer um relvado. aliás, aos 70′ apresentava-se muito mais como um qualquer pelado da distrital…

© ojogo | FC Porto para sempre

(clicar na imagem para ampliar)

a mesma imagem com maior resolução aqui ]

© pasquim do ‘sinhôre‘ serpa

(clicar na imagem para ampliar)

a mesma imagem com maior resolução aqui ]
3)
caríssimo Jorge Vassalo afirmou-o aqui, eu subscrevo. na íntegra:

«Se até o rui santos o afirma, quem sou eu para criticar…»

partantosisto está de tal forma escandaloso, que até rui “prantos já não consegue disfarçar a sua incredulidade, como se confirma (também) neste vídeo aqui:

4)

a propósito do pós-encontro de Basileia, não há como ficar orgulhoso com as seguintes palavras de Costinha, (também) neste vídeo aqui:

5)

© pasquim do ‘sinhôre‘ serpa
(clicar na imagem para ampliar)

a mesma imagem com maior resolução aqui ]
a modos que como «um vintém é sempre um vintém, e um cretino será sempre um cretino», um paspalho será sempre um paspalho e um filho da p**@ será sempre um filho da p**@, o ‘sinhôre‘ serpa será sempre um indefectível adepto do belenenses

disse!

Anúncios

do ‘brasão abençoado’ do dia (e um pouco mais)…

© pasquim do ‘sinhôre‘ serpa

(clicar na imagem para ampliar)

a mesma imagem com maior resolução aqui ]
entretanto e de como a imagem abaixo cinfirma, a filha da putice do jornalixo tuga continua, «apenas e só» pelo facto de Julen Lopetegui (finalmente!) já ter percebido as regas do jogo:

© Tomo II

(clicar na imagem para ampliar)

a mesma imagem com maior resolução aqui ]
citando Bernardino Barros e por forma a ser simpático e não sonegar as regras da boa Educação que os meus progenitores me deram, para esses «paspalhos» – todos eles! –«olhem, batatinhas»!
disse!

not@s soltas de Basileia… [actualizado]

© uefa

i)

sem sobrancerias bacocas, pois que tal não é nosso apanágio, como há sensivelmente 31 anos, esta noite, em Basileia, o FC Porto concedeu o privilégio de se assistir a uma boa partida de futebol.
(vídeo com resumo aqui e (re)ver jogo aqui)
não afirmo que terá sido um hino ao desporto-rei, mas foi um desafio agradável de se assistir, com muita objectividade no jogo, uma esmagadora posse de bola para quem se apresentou como visitante, procura incessante do golo, solidez defensiva (pese embora aquela desatenção que possibilitou o golo do Basileia no único remate que se fez à baliza de Fabiano), acerto nos passes, variações de flanco assertivas e sobretudo muita personalidade.
o único senão foram aqueles dez minutos finais (mais os descontos), em que fiquei com a nítida sensação que se desacelerou porque o empate já bastava. 
e eu, que acreditei sempre que a vitória ainda seria possível, levei com um balde de água gelada, pois não contava com aquela atitude. compreendo-a, mas custa-me aceitá-la. e ainda agora, decorridas que estão três horas depois do apito para o intervalo

ii)

antes da partida, Paulo Sousa afirmou: 

« O FC Porto é uma das três equipas que ainda não perdeu na Liga dos Campeões, a par do Chelsea e do Real Madrid. Tem dezanove golos marcados e apenas quatro sofridos, o que mostra uma equipa forte ofensiva e defensivamente. Ainda assim, estou confiante de que vamos ser a equipa que mais dificuldades lhes vai criar. »

não foi isso que aconteceu e não foi isso que se viu. ele também não e teve a humildade de o reconhecer, no “intervalo” da partida: 

«Foi o nosso pior jogo desta época. O FC Porto foi superior. Não é que tenha criado grandes ocasiões, mas foi superior. Com este resultado e com mais algumas semanas de trabalho e alguns jogos, espero partir melhor para o segundo jogo, para discutir a qualificação. A minha grande alegria é mesmo essa: hoje, o FC Porto podia ter resolvido a eliminatória, mas ainda estamos vivos. A minha equipa não se conseguiu encontrar, não conseguimos ter a personalidade e a qualidade que é costume termos. »

sempre gostei dele enquanto jogador; admiro-o ainda mais enquanto treinador apesar do autocarro de três andares que apresentou em St. Jacob’s Park.
infelizmente, por terras lusas, é tão difícil encontrar um treinador com esta frontalidade, reconhecendo o melhor jogo do adversário, como um jornalista (digno dessa profissão) capaz de afirmar que foi o FC Porto que tornou fácil a partida e não o inverso. mesmo em jogos da Champions.

iii)

em princípio, tudo aponta para que Óliver vá fazer muita falta no Bessa.
nos finalmente, conto que se esteja a fazer tudo (mas mesmo tudo! e com razoabilidade, claro!) para que permaneça pelo Dragão na próxima temporada.

iv)

Danilo só apontou a grande penalidade (de forma exemplar, diga-se) porque vai para o Barça, na próxima temporada. ou para o Real Madrid. ou para o Liverpool. ou para a Juventus
(modo de ironia off)

v)

esta noite, Casemiro não esteve bem, mas Brahimi esteve pior, complicando o que se pedia que fosse fácil: libertar a chichinha para o colega que estava livre de marcação e (no máximo) a dois metros de si. 
saiu aos 60′. por mim, não teria regressado das cabines.

vi)

num jogo praticamente de sentido único, é impossível não falar do desastre que foi a arbitragem desgraçada de Mark Clattenburg. pior, só se se tivesse revisitado, com muita Paixão e de Mota, a hecatombe de um Machado qualquer, como em Braga…
» como foi possível que Walter Samuel tivesse permanecido em campo os 90′?! e porque raio é que não viu o segundo amarelo pelo grosseiro penalty que cometeu (o segundo da sua conta pessoal…)?!

» porque é que Streller (um avançado…) não viu um único amarelo pelas cinco faltas que cometeu – tantas quantas o Casemiro?!

» será que houve um longo pestanejar colectivo no sexteto de árbitros, aos 30′, que os impediu de vislumbrar o penalty sobre Jackson?!

» e que momento de comédia à la carte foi este?!
© menosfutebol

vii)

após o golo do FC Basel, vi-me forçado a desligar o som à televisão.
até então, aguentei estoicamente; depois daquele momento, a minha paciência estoirou
foi mau demais para ser verdade, num claro (por que eBidente) anti-portismo primário. até a minha esposa concordou em que houvesse silêncio (!!!).

viii)

apesar do que está descrito no ponto anterior, a massa adepta portista que esteve em St. Jacob’s Park a apoiar incondicionalmente o nosso Clube do coração está de parabéns!
foram enormes e conseguiram esse feito extraordinário de silenciar uns adeptos helvéticos que nunca se dão por vencidos ou que não se davam, até nos terem conhecido.

bem-hajam!, rapazes!

ix)

sem comentários:
© google | kosta de alhabaite

x)

num ligeiríssimo aparte, a quem, de boa-fé e por Bem, aceitou o meu repto, lançado em jeito de desafio, ao início da tarde, em nome do nosso Clube do coração, o meu sentido 

muito obrigado!

post scriptum pertinente:

© pasquim do ‘sinhôre‘ serpa
(clicar na imagem para ampliar)

ó huguinho, vai bardamerd@!

disse!

da ‘nortada’ («gloriosa») em dia de Carnaval… [actualizado]

© pasquim do ‘sinhôre‘ serpa

(clicar na imagem para ampliar)

a mesma imagem com maior resolução aqui ]
caríssima(o),

perante o ensurdecedor silêncio da Direcção do FC Porto e da SAD portista, tenho a ressalvar que, ontem, no 90 minutos à Porto, Bernardino Barros foi a voz de todos nós (vídeo aqui).
aos microfones do Porto Canal, esteve absolutamente irrepreensível. foi simplesmente fantástico, sem papas na língua e chamando os bois pelos seus nomes (vídeo aqui).

pena que, nos últimos dias, perante tanta informação com um teor (no mínimo) gravíssimo, a Direcção do Clube/SAD continue calada, numa estratégia cujo fito ainda não descortinei.
assim se justifica a seguinte mensagem para quem de direito, enviada via faceboKas®:

«

bom dia, dr. Rui Cerqueira.

no decurso deste ensurdecedor silêncio comunicacional da SAD, eis uma leitura que considero deveras interessante (aqui).

sincera e honestamente, tenho pena que tenham que ser bloggers a fazer um trabalho (de desmascarar certas verdades desportivas) que deveria competir, em primeiro lugar e acima de tudo, ao Clube/SAD…

abr@ço
Miguel Lima | Tomo II

»

por último e enquanto não chega o dia de Amanhã (que se espera que «cante» sorridente), eis mais um exemplo (aqui) de um autêntico crápula do jornalixo tuga, contemporâneo de outros anti-portistas básicos (por que primários), com rui cartaxana e alfredo farinha à cabeça. e mais um exemplo de como se consegue branquear aquela verdade (muito pouco) desportiva (por que incómoda) proferida pelo (até então mui adorado e venerado) burro do Carvalho.

post scriptum:

num outro diapasão, digamos que (bem) mais azul, interessantíssimo artigo sobre Basileia (aqui), da autoria de António Simões e que não vem publicado no pasquim da Travessa da Queimada.

e, já agora, uma notícia ‘fresquinha, à atenção da SAD.

por mim, seria sempre bem-vindo!

disse!

‘brasão abençoado’ em Sexta-feira 13… [actualizado]

© pasquim do ‘sinhôre‘ serpa

(clicar na imagem para ampliar)

adenda importante e pertinente:

na eventualidade de não ser possível ler o (de facto) muito-super-extra-interessante artigo de opinião de Pedro Marques Lopes (mais um…) a partir da foto acima, fazer o favor de clicar aqui, seguindo estas indicações aqui.
desde já peço as minhas sinceras desculpas por quaisquer eventuais transtornos causados.
e, também, que não haja qualquer concordância entre o dia e a sua significância.

post scriptum pertinente (às 13h17m):

© pasquim do ‘sinhôre‘ serpa

(clicar na imagem para ampliar)

o (muito, extremamente) mauzinho, sr. joão (nada) bonzinho, no escrito acima, insurge-se contra Lopetegui. percebe-se bem o porquê, tendo em consideração que Julen Lopetegui já começa a perceber (melhor) onde está e como é a nossa realidade sobretudo aquela que envolve essa gritante dualidade de «gloriosos» critérios editoriais, a qual se rege pela norma de, para situações idênticas, o prejuízo nunca poderá recair nas agremiações da Segunda Circular…

só tenho «alguma pena» que o ignóbil verme que assina o escrito em causa também não fique «indiferente» à (desmedida) «arrogância» deste personagem aqui que, em Novembro último, também gozava com o mercado (virtual) de transferências…
e como ele goza. indecentemente. e com os mesmos pés-de-microfon…jornalistas. exemplos não faltam. como aqui. e aqui. e aqui. e aqui. e aqui.

entretanto, parece que já é oficial de que o clube do regime e que não é o CF ‘Os Belenenses’   vai ser isentado de taxas no valor (ridículo) de tão-somente 1.8 milhões de euros e pois que foi publicado no pasquim editado pelo sinhôre serpa (aqui).

para finalizar, no mesmo pasquim e na edição desta Sexta-feira, recomendo a leitura deste artigo sobre Roonie O’Sullivan (aqui) e obviamente deste artigo aqui, com o respectivo vídeo aqui.

disse!